6 de junho de 2017

#12mesesdePoe: O Gato Preto + O Corvo

Reprodução: Google


O Gato Preto
Minha classificação:  (5/5)

O Corvo
Minha classificação:  (5/5)

Autor: Edgar Allan Poe
Conto O Gato Preto
O narrador-personagem é um homem que adora animais. Ele e a esposa vivem cercados de alguns: pássaros, peixes dourados, coelhos, cães e até mesmo um gato preto. O gato preto era o xodó do homem, os dois compartilhavam de um carinho imenso, sendo o gato um "perseguidor" de seu dono, pois para todo o lado que o homem seguia o animal ia atrás à procura de carinho.

Mas, foi chegando um tempo em que o homem foi se transformando em alguém frio, de pouco temperamento e que começou a se afundar na bebida. Não se importava mais com os animais que um dia tanto amou, e chegou até mesmo a começar a passar essa frieza para a relação que mantinha com a esposa. De todos os animais, o gato preto foi o que se sentiu mais afetado por essa falta de afeto do dono, e mesmo sentindo essa frieza o pobre animal insistia em persegui-lo à procura de carinho. Até que um dia, o narrador jogou toda a sua raiva em cima do gato e arrancou-lhe um olho. Tendo dias depois enforcado o pobre animal na parte de trás da casa.

Misteriosamente, a casa em que morava (e que enforcou o pobre animal) pegou fogo durante a noite quando ele e sua esposa estavam dormindo, porém, ambos conseguiram se salvar do incêndio. Assim que se mudou para um lugar novo, adotou um novo gato preto que encontrou no bar que frequentava. Logo depois percebeu que o gato era muito semelhante aquele que havia matado, e mesmo que às vezes sentisse uma vontade enorme de repetir o ato, não fazia por causa da lembrança que aquilo lhe trazia. Como se o incêndio não bastasse, outras coisas estranhas começaram a acontecer ao homem, coisas que ele não imaginaria.

Logo no começo do conto é revelado que o narrador está escrevendo a sua história enquanto espera por sua sentença de morte, nos revelando assim que o homem cometeu algum ato terrível, que nos é revelado com mais detalhes durante a narração. Edgar Allan Poe, mais uma vez, utiliza do mistério e da aflição para manter os seus leitores curiosos durante a narrativa, fazendo isso com maestria e ganhando ótimos resultados. O final é de enlouquecer, assim como aconteceu com o próprio narrador.

Poema O Corvo
Após perder sua amada Lenore, o eu-lírico disserta sobre a tristeza e solidão que a falta da mulher traz para a sua vida. Em uma noite, ao ouvir um barulho na porta, o homem é surpreendido pela entrada de um corvo em sua casa e fica ainda mais surpreso ao indagar o animal e ser respondido pelo próprio. A partir daí, o homem e o corvo começam uma conversa, a qual o animal apenas responde "Nunca mais" a todas as perguntas, trazendo um significado maior do que pode parecer.

Assim como eu disse em algumas outras resenhas sobre os poemas do Poe, irei repetir novamente aqui: que poema mais belo! O poema O Corvo é o mais conhecido do autor, tendo uma repercussão gigantesca no universo literário. A escrita é um pouco rebuscada, e dependendo da tradução a leitura poderá ser complicada e de difícil entendimento. Porém, é um poema que deve ser lido e apreciado. Uma leitura obrigatória para os fãs do Edgar Allan Poe e do gênero terror.

Para aqueles que entendem inglês, deixo aqui a leitura do poema feito pelo ator Christopher Lee e pelo autor Neil Gaiman, ambas excelentes.

Minha opinião
Sobre o conto:
O Gato Preto é uma das histórias que mais gosto do Poe. O mistério e o horror são bem frequentes nesse conto, e esses elementos sempre me chamam bastante atenção nos escritos do autor. Lembro de ter ficado horrorizada na primeira vez que li, já que agora foi uma releitura, e admito que a sensação da primeira vez continuou. Mesmo eu sabendo do desfecho da história, isso não mudou em nada a minha reação e experiência. E esse detalhe também é algo incrível na literatura do Poe, já que você pode ler e reler quantas vezes quiser e continuará tendo as mesmas emoções, ou às vezes até mais intensas.
Por mais que eu já conhecesse a história, eu não lembrava de todos os detalhes, então minha leitura foi maravilhosa e intrigante. Eu queria chegar logo no desfecho e sentir aquela sensação de espanto e loucura que o narrador nos passa. Eu li enquanto estava dentro do carro com os meus pais, e mesmo com a conversa paralela eu me mantive focada e conectada ao conto. É uma leitura que me agrada bastante e sempre me deixa mais apreensiva.
Para quem ainda não se aventurou nas histórias de horror e mistério de Edgar Allan Poe, deixo aqui O Gato Preto como uma ótima indicação por onde iniciar. Nesse conto o leitor consegue conhecer a escrita do autor e um pouco de como são suas narrativas. Para quem tiver curiosidade sobre, não perca tempo e se aventure nessa história. Talvez você começará a enxergar gatos pretos de uma forma meio peculiar.


Sobre o poema:
O meu primeiro contato com o Poe foi através desse poema, mas como já deve dar para imaginar eu não consegui entender 1% do que foi passado. Uma péssima maneira de começar a ler Poe, admito. Agora já com um pouco mais de experiência com a escrita do autor, eu me senti mais segura em tentar ler novamente um poema tão aclamado pelos fãs e críticos e tão reconhecido na literatura.
Essa minha segunda experiência foi muito melhor do que a primeira. Acredito que eu não tenha entendido o conto por completo e nem tenha tirado tudo que eu gostaria dessa leitura, porém, eu me senti muito conectada a esse poema e tive uma leitura maravilhosa.
Mesmo que eu não entenda muito sobre poemas e poesias, durante a leitura eu só conseguia imaginar o quanto aquele poema passava tanta emoção e era escrito de uma forma tão bonita. Eu pude sentir muito do Poe no eu-lírico e entender um pouco o porquê da grandiosidade desse poema. Foi uma leitura que me encheu de vontade e curiosidade para conhecer outros poemas, inclusive de outros autores, e me deixou com um olhar até mais crítico sobre esses escritos. Não é uma leitura que recomendo para os iniciantes da literatura do Poe, mas, é um poema que aconselho a todos a lerem, pelo menos em algum momento da sua vida.
Participe do projeto conosco: 

18 comentários

  1. Parabéns pelo blog, da pra vê que vc faz tudo com muito amor e carinho para suas leitoras! Estou te seguindo! Bjs 😘💓
    http://denizesantos123.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que linda! ♥
      Muito obrigada por esse carinho, e seja bem-vinda por aqui. Espero que goste de cada post feito para vocês.

      Excluir
  2. aah, poe! dono do meu coração! HAHAHA o gato preto é o meu favorito de todos <3 inclusive, comprei livro que a darkside lançou e comecei a ler tudo de novo!
    =*** muá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Gato Preto é um dos que mais gosto, e vamos combinar, Poe é perfeito. <3 Hahaha. Estou louca pela edição da DarkSide, espero tê-la em breve para ler tudo de novo!

      Excluir
  3. Oiee!!

    Já ouvi falar bastante desse autor, inclusive já fiz um resumo sobre ele. Mas nunca parei pra ler mesmo.

    ABraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia! É um autor que vale super a pena conhecer e se aventurar em sua cabeça.
      :)

      Excluir
  4. Eu ainda preciso tomar vergonha na cara para ler Poe. Inclusive minha irmã tem um livro da editora Menores Livros do Mundo de contos dele. Acho que vou burlar minha meta de leitura para lê-lo. O Corvo é uma das que eu mais ouço falar, acho que gostaria de começar por ela. Achei super legal a sua iniciativa para estre projeto.

    Bites!
    Tary Belmont

    ResponderExcluir
  5. Acho que Poe não é para mim. Não consigo gostar nem das sinopses que leio dos contos dele, hahahahaha. Sei que ele tem muitos fãs, mas o estilo não me atrai nem um pouco. Mas fico feliz de ver tanta gente gostando tanto de sua obra.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  6. Esses detalhes sobre a história no Gato Preto me lembraram um pouco Alan Wake, teria alguma similar?

    No jogo o Alan é um escritor que está com bloqueio criativo, nisso, ele viaja para uma cidade mais calma com a esposa e lá começa a dá ruim. Mas, a parte sombria da história ele tem culpa direta nos acontecimentos mesmo sem ele saber e lá na frente o jogo começar a surpreender (e assustar muito).

    ResponderExcluir
  7. Menina eu até comecei o projeto, mas com faculdade ferrando desisti, mas senti o mesmo que você, li e não entendi muita coisa kkk, mas isso me fez ficar instigada sabe?

    ResponderExcluir
  8. Eu só queria dizer que sempre ouvi falar do poe, e nunca fui atras. E agora eu entendi porque o gato da marcela do sentimentaligrafia chama Poe (Tomara que ela nao me veja aqui) . Sei que o comentario é aleatoria, mas é real <3 hahaha

    ResponderExcluir
  9. Te recomendo ver o curta Vincent, do Tim Burton. Ele traz todo esse clima grotesco do Poe pra uma narrativa mais de humor obscuro e melancólico. É muito bom ;)

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Adoro os contos do Poe e certamente Gato Preto é um dos meus favoritos. Gosto desse clima gótico do conto. Eu nunca participei de qualquer projeto envolvendo os contos do Poe.

    ResponderExcluir
  11. Só na faculdade que finalmente fui ler Por, o que é um pecado, já que sempre li Stephen King. Meu primeiro contato foi justamente pelo "Gato Preto", então amei ler outro ponto de vista sobre ele. Ainda preciso ler "O Corvo", e enfim, saber mais da obra deste mestre!

    ResponderExcluir
  12. Que lindo ver uma resenha de poema por aqui. As vezes sinto que os mesmos vem sido cada vez mais ignorados com o passar dos anos.
    Bjinhos
    Jeh

    www.descoladamente.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bem? A leitura é algo que me acompanha desde sempre e fico feliz em compartilhar que um dos primeiros gêneros que me conquistou foi justamente o suspense/mistério. Iniciei na leitura com Agatha Christie e Sidney Sheldon, acho incrível como alguns autores conseguem amarrar tão bem a história que prende nossa atenção até o fim. Ainda não conhecia o que você indicou mas fiquei bem curiosa pra ler. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  14. Amo Poe! Como ele são poucos, eu to adorando acompanhar esse projeto, já vi em vários blogs e canais. Adoro Gato Preto mas eu amo Os Assassinatos da Rua Morgue!

    ResponderExcluir
  15. Ai que vontade de ler algo dele! Esse projeto é tão bacana, um incentivo danado pra gente conhecer maia sobre Poe.

    ResponderExcluir