3 de novembro de 2016

Doutor Estranho: o melhor filme da Marvel?


Reprodução: Google
Stephen Strange leva uma vida bem sucedida como neurocirurgião. Sua vida muda completamente quando sofre um acidente de carro e fica com as mãos debilitadas. Devido a falhas da medicina tradicional, ele parte para um lugar inesperado em busca de cura e esperança, um misterioso enclave chamado Kamar-Taj, localizado em Katmandu. Lá descobre que o local não é apenas um centro medicinal, mas também a linha de frente contra forças malignas místicas que desejam destruir nossa realidade. Ele passa a treinar e adquire poderes mágicos, mas precisa decidir se vai voltar para sua vida comum ou defender o mundo.
Dirigido por Scott Derrickson e baseado em um personagem, de mesmo nome, da Marvel Comics, Doutor Estranho (Doctor Strange) estreou nesta quarta-feira, dia 02 de novembro, em todos os cinemas do Brasil e já está sendo aclamado como uma das maiores estreias da semana. Eu assisti na pré-estréia, e o filme conseguiu superar todas as minhas expectativas e em todos os sentidos. Hoje eu vim contar para vocês a minha opinião sobre a trama e dizer o porquê de, para mim, Doutor Estranho ter entrado na minha lista de melhores filmes da Marvel, estando entre o TOP 3.

Reprodução: Google
Stephen Strange é um cara completamente egocêntrico, que escolhe à dedo os seus pacientes para que não ocorra o risco de "sujar" o seu currículo com "causas perdidas". Logo no início da trama, somos apresentados a Christine, uma auxiliar e enfermeira do mesmo hospital que Strange trabalha. E fica claro, que os dois já tiveram algum tipo de relacionamento no passado, e mesmo que tenha sido momentâneo algo entre ambos ainda está presente.

Em uma noite, ao ir à um evento, Strange sofre um acidente gravíssimo de carro e perde a estabilidade das mãos, tendo que fazer uma cirurgia às pressas, mas que não dá grande resultado. Depois de ser liberado do hospital, como paciente, ele vai atrás de toda a ajuda médica necessária para curá-lo, porém, não consegue.

Percebendo que nenhum profissional será capaz de curá-lo, ele vai atrás de suas próprias respostas e se depara com Kamar-Taj, um lugar que poderá trazer a estabilidade de suas mãos e sua antiga vida de volta. Porém, ao conhecer a Anciã, ele descobre que aquele lugar vai muito além de curas medicinais.

Acima de tudo, Doutor Estranho é um filme sobre ego, empatia e evolução. O personagem, no final do filme, percebe que o mundo não gira somente em torno dele, e que se ele pode mudar o futuro para melhor e salvar milhares de vidas por quê não entregar a própria vida para isso?


O vilão tem a sua própria visão de mundo, e correrá atrás para realizá-la. Os ideais dos personagens se completam e cada detalhe de suas histórias será importante para o desenrolar da trama. Há crescimento, companheirismo e segredos. Segredos que nos serão revelados aos poucos, como qualquer outra boa história. Embora seja recheado de momentos de ação com muita luta e magia, não podemos nos esquecer que há várias cenas com diálogos engraçados, sendo o humor uma marca registrada nos filmes da Marvel.

Reprodução: Google
O elenco é recheado de pessoas maravilhosas, uma atuação melhor que a outra (e até admito que pelos trailers, o que mais me animava era o elenco). Benedict Cumberbatch é o Doutor Estranho, e interpreta o personagem com maestria, se colocando perfeitamente no papel e ficando muito fiel aos quadrinhos. Chiwetel Ejiofor interpreta Mordor, enquanto Mads Mikkelsen se encaixa no papel de Kaecilius, ambos com atuações de cair o queixo. E acrescentando mais beleza e perfeição ao elenco, também temos Rachel McAdams, como Christine, e Tilda Swinton, como Anciã, as duas arrasando em seus papéis e dando um show nas atuações.

Ao final do filme, eu só conseguia pensar em como a produção do mesmo deve ter dado um grande trabalho e feito com bastante cuidado. Há muitos efeitos, claro, mas são mesclados perfeitamente com as cenas. Eu fiquei admirada a cada seguimento de cena, principalmente quando havia as lutas.

Para quem vai assistir ao filme e ainda não conhece o estilo da Marvel, há duas cenas pós-créditos. Estou dizendo isso, pois várias pessoas saíram do cinema assim que o filme terminou e não ficaram para ver esses trechos. Eu enlouqueci com as duas, mas principalmente com a primeira, já que fica bem claro que o Doutor Estranho irá aparecer no próximo filme de um suposto vingador. Enquanto na segunda, fica aparente quem será o vilão da continuação de seu filme.
Então, leitores, vocês já assistiram Doutor Estranho? Gostaram ou pretendem assistir? Eu estava muito ansiosa por esse filme e ainda consegui me surpreender. Só te faço um desafio: saia do cinema e resista a vontade de fazer aqueles movimentos com as mãos. Eu duvido que você que não faça, ao menos uma vez quando estiver sozinho. Não esqueçam de usar os comentários para dividir comigo emoções, impressões e surpresas. Um beijo e até a próxima.

6 comentários

  1. ai meu coraçãoooooo! estou agora baita ansiosa _mais do que antes_ por esse filme <3 e, o que dizer do cumberbatch? sos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele está maravilhoso, moça! Assista logo, por favor. <3

      Excluir
  2. Depois que li seu post fui correndo ver se está passando aqui na minha cidade! Foi uma ótima ideia! Obrigada! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita, que legal ler isso! Espero que tenha gostado do filme. <3

      Excluir
  3. Oi gata, fui assistir ontem o filme. E concordo com tudo o que você falou, o elenco está recheado de pessoas maravilhosas. A única coisa que me irritou mesmo foram dois adolescentes sentados atrás de min falando tudo sobre o filme, deu muita raiva. Até que uma hora eles resolveram se calar e me deixaram curti o filme!

    Parabéns pelo post, beijos e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, odeio pessoas assim! O povo parece que não respeita mais ninguém. E ainda tem aqueles que gostam de chutar o banco do coleguinha da frente, argh.
      Muito obrigada!

      Excluir