10 de outubro de 2016

Da HQ para a televisão: Preacher

Reprodução: Google
Preacher conta a história de Jesse Custer, um pastor que foi possuído por uma entidade sobrenatural que lhe confere o poder de fazer com que qualquer pessoa o obedeça. Essa entidade, chamada Gênesis, é fugitiva do Paraíso e os anjos a procuram para prendê-la novamente. Quando descobrem que ela e Jesse Custer se tornaram um só, o objetivo passa a ser matá-lo.
Olá leitores!
Vocês já ouviram falar da série Preacher? Se a resposta for não, hoje me dediquei especialmente para contar sobre ela e fazer com que a série conquiste vocês, assim como conquistou a mim e já está deixando saudades.
Preacher é uma série desenvolvida por  Evan Goldberg, Seth Rogen e Sam Catlin, que mistura horror com um pouco de comédia (muitas vezes um humor negro) e drama, e é baseada nos quadrinhos que levam o mesmo nome, criado por Garth Ennis (vale destacar o traço diferente dos desenhos da HQ e que fazem toda a diferença entre tantos outros). Constituída de uma temporada com dez episódios, sua segunda temporada já foi confirmada para alegria dos fãs. No elenco contamos com as interpretações de Dominic Cooper (Jesse Custer), Joe Gilgun (Cassidy), Ruth Negga (Tulip), entre outras atuações excepcionais.
Reprodução: Google
A trama é centrada no padre Jesse Custer, que voltou para a sua cidade natal e está tentando "levantar" a igreja que um dia foi do seu pai. Porém, um dia algo estranho acontece: ele é possuído por uma entidade. Através dessa possessão e de suas palavras, ele consegue fazer com que as pessoas façam exatamente o que ele quiser, às vezes cada palavra sendo levada ao seu extremo. Talvez essa seja exatamente a chance que ele precisava para tornar a igreja maior e agora reconhecida. Teria ele sido escolhido para algo maior?

De acordo com o avanço da história, vamos descobrindo mais sobre o seu passado e o que o levou a voltar para aquela cidadezinha do Texas e o que antes o fez "fugir". Além de conhecermos mais os outros personagens e a ligação criada entre eles. Por exemplo, temos a Tulip, ex-namorada do Jesse e que também está de volta na cidade para algo pessoal, e também temos o Cassidy, nosso vampiro preferido que começa os melhores diálogos e que se torna o melhor amigo do Jesse. 


Reprodução: Google
A história transmitida pelo canal AMC, de certa forma antecede aos acontecimentos vistos na HQ. Então, se você também quiser acompanhar os quadrinhos, pode ficar tranquilo e ler antes ou depois de assistir a série, fique a vontade para escolher a ordem. Eu ainda não tive a oportunidade de apreciar a HQ, mas tenho muita vontade de lê-la e em breve farei isso, afinal, como adorei tudo que envolve a série, tenho certeza que vou gostar ainda mais dos quadrinhos.

Quanto a comparar o quadrinho com a série, eu não posso aprofundar nesse assunto (até porque, como disse antes, ainda não li). Mas, como toda adaptação, essa também não foge das várias mudanças e alterações, algumas positivas e outras negativas, retiradas e adições.

A história da série vai além de apenas possessão, criando personagens marcantes e cenas que ficarão na sua cabeça por muitos dias seguidos. Acredito que seja difícil assistir e não se cativar pelo trio de amigos, além dos outros personagens que vão sendo explorados aos poucos. É uma gama de variedade, alguns detalhes chegando a uma bizarrice extrema, mas de muito bom gosto: um conjunto de maravilhas. Vale a pena dar uma oportunidade a série e se deixar ser influenciado pela entidade Gênesis.

4 comentários

  1. Eu gostei muito, tanto que li o quadrinho completo. Não chega a ser muito parecido, mas acho que a partir dessa segunda temporada vai ser mais fiel. Pelo menos assim espero, como quero que a história fique mais envolvente e interessante.
    Beijos
    http://recolhendopalavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com o quadrinho na lista para ler, espero gostar ainda mais do que da série. Vamos torcer para a segunda temporada só melhorar!

      Excluir
  2. Eu sempre quis ler o quadrinho e achava a premissa da história genial... aí veio a série e eu fui louca assistir, e achei foda, mas entediante. Não sei se é porque a primeira season foi tipo um "prólogo" e a história vai começar de verdade agora na segunda season, mas eu achei beeeeem paradão do jeito que começou. Não que não seja bom, mas o que podia ser um 10/10 se tornou um 7,5/10.
    Mas tudo valeu pela season final, eu fiquei horas gritando e surtando e tipo EITA CARALHO COMO ASSIM AAAAAAAAAAAAAAAAAAH *corre em circulos em desespero*.
    Aguardando ansiosamente a season 2!

    www.jadeamorim.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, achou entendiante? Que pena, mas pelo menos aproveitou a história e gostou. Eu me surpreendi bastante com tudo! Não conhecia a HQ, mas a série fez eu ter muita vontade de lê-la. A season finale, omg! <3 <3 O que foi aquele final? O que foi aquele momento na igreja? Também surtei muito.

      Excluir