6 de outubro de 2015

Resenha: "Espíritos de Gelo" - Raphael Draccon

"Espíritos de Gelo" - Raphael Draccon. Editora: LeYa. Ano: 2013 - Minha classificação: ★★★

SOBRE O LIVRO
Qual seria sua reação ao acordar dentro de uma banheira com gelo, com um corte em seu abdômen e sem se lembrar de nada do que aconteceu?
Só estando neste estado já parece uma situação horrível, não é? Mas, e se além disso, você perder a consciência no hospital e acordar em um lugar escuro, com seus braços amarrados para cima e com três homens estranhos lhe encarando e dizendo que se você não se lembrar de todos os acontecimentos que resultaram no momento da banheira, você será torturado até se lembrar de tudo? Essa é a história do protagonista de "Espíritos de Gelo"
Um homem que, ao seu ver, possuía uma vida perfeita: tinha um financeiro bom, não lhe faltavam roupas ou comida, cresceu sendo cuidado pelo pai e por uma governanta, e também ao lado de várias mulheres que eram levadas para sua casa, mais especificamente para o quarto de seu pai. Sua vida mudou quando seu pai faleceu. Além de ter sido algo extremamente triste, ele não sabia o quê fazer e como continuar com sua vida. Não tinha noção do dinheiro e de contas para serem pagas. Herdou a empresa de seu pai, mas não sabia como continuar seu legado, sendo assim proposto por seus sócios a se retirar de sua própria herança.
Depois da morte de seu pai, sentiu uma tristeza enorme, e não sabendo o que fazer, decidiu pular da ponte. A mesma ponte que passava todos os dias com seu pai quando era levado para a escola. Mas, por sorte (ou para seu azar), uma garota chamada Mariana o impediu de pular. Logo após disso, ela entrou em sua vida e a transformou de uma maneira inexplicável, que sem imaginar, poderia leva-lo a um caminho de destruição. 
Afinal, quando se junta sexo, magia e vingança, como não resultar em destruição?

MINHA OPINIÃO
Primeiro livro que li do autor Raphael Draccon, e posso dizer que foi uma boa escolha para começar. No livro há alguns elementos que podem agradar alguns, como podem se tornar chatos e monótonos para outros. O autor tem uma tendência de misturar citações de cultura pop e nerd em seus diálogos, o que pode deixar alguns leitores um pouco confusos, caso não conheçam sua origem. Mas isso não é nada que irá lhe prejudicar na leitura, já que não é algo que influencie na história, é apenas um elemento em sua narrativa.
Draccon consegue mesclar uma história em um suspense que irá lhe surpreender. São acontecimentos que você não imagina e não espera. Um final que você não desconfia e que fica de boca aberta ao descobrir. Tudo se encaixando perfeitamente.
Não há um terror explícito. Apenas um suspense que envolverá torturas, sangue e muito sexo. O sexo excessivo poderá incomodar alguns (admito que a mim incomodou um pouco), mas faz parte da história e nos ajudará a entender o motivo de todos os acontecimentos, se tornando assim algo primordial para a narrativa.
Se você já leu a saga "Dragões de Éter" do mesmo autor, saiba este livro é diferente. Porém, vale a pena dar uma conferida e ver se lhe agrada ou não. E se você não leu a saga, também é um ótimo jeito para conhecer a escrita dele e se aprofundar um pouco melhor em seus livros. Além do mais, Raphael é brasileiro, e é sempre bom lermos obras de origem brasileira e apreciá-las, dando seu devido valor aos nossos escritores.

2 comentários

  1. Olá!
    Gente, eu detestei esse livro haha
    Achei bastante bizarro e não me desceu de jeito nenhum =/
    E também não gostei da saga Dragões de Éter dele.
    E depois de 4 livros e não gostar de nenhu, acho difícil que eu volte a ler algo dele =/
    Uma pena, pois também gosto bastante de prestigiar os lançamentos nacionais.
    Adorei seu blog, flor!
    Beijos
    http://addictionforbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não deve dar nenhuma vontade de lê-lo novamente mesmo, entendo a sua situação. Mas quem sabe um dia ele escreva algo que lhe agrade, né? Vai que.. Hahaha
      Obrigada, viu! Beijos

      Excluir